Esporte & Cia

Saturday, Nov 18th

Last update:08:32:06 PM GMT

You are here:

Felipe Giaffone é tetracampeão da Fórmula Truck

E-mail Imprimir PDF

Foi o final de semana dos sonhos de Felipe Giaffone. Além de, neste sábado à tarde no Autódromo Ayrton Senna, em Londrina, garantir um segundo lugar no final da décima e última etapa da temporada da Fórmula Truck, ele fez a pole, igualou o recorde de Wellington Cirino (29) e se sagrou tetracampeão da mais popular categoria da América do Sul. Filho de Zeca Giaffone e sobrinho de Affonso Giaffone, duas lendas do automobilismo brasileiro, Felipe levou o caminhão Volkswagen a mais uma conquista nacional, a terceira consecutiva da fábrica. Com a mesma marca ele tinha se sagrado vencedor em 2007, 2009 e 2011. O vice-campeonato ficou mesmo com Paulo Salustiano, que fez o que pôde, venceu a segunda fase, mas não conseguiu tirar a vantagem de 29 pontos do atual campeão.

A primeira corrida da história da Fórmula Truck num sábado (homenagem ao aniversário de Londrina) foi repleta de emoção também devido à intensa chuva que assolou a cidade desde assolou a cidade desde as primeiras horas da manhã. Além da disputa entre Giaffone e Salustiano pelo título, Diogo Pachenki também lutava pelo vice-campeonato. Mas logo no começo da corrida Pachenki teve problemas na direção hidráulica do seu caminhão Mercedes-Benz e abandonou, o que, antecipadamente, garantiu o segundo lugar, na classificação geral, a Salustiano. Quem também comemorou logo em seguida foi Giaffone, que cruzou na frente da primeira fase, marcou 25 pontos e assegurou, matematicamente, sua quarta conquista. Ao cruzar a linha de chegada ele já fez a festa.

Na segunda fase, logo na relargada, Salustiano ultrapassou Felipe e se manteve na frente até o final. No segundo pelotão, muitas e intensas disputas por posições, com destaque para Raijan Mascarello, Adalberto Jardim e Roberval Andrade entre outros pilotos.

OBS: Os comissários desportivos da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) decidiram punir Paulo Salustiano por ultrapassagem ilegal na relargada da corrida deste sábado. Ele recebeu 20 segundos no tempo da corrida e caiu do primeiro para o sétimo lugar. Com isso, Felipe Giaffone, que tinha terminado em segundo, ganhou uma posição. Ele alcançou 27 vitórias na carreira e igualou a marca de Renato Martins, seu chefe de equipe.

Perfil atualizado do tetracampeão Felipe Giaffone
Nascimento: 22/1/1975
Idade: 41 anos
Local de nascimento: São Paulo - SP

Estreia na Fórmula Truck:
10/4/2005 - Goiânia (5º colocado)

Primeira vitória:
Fortaleza - 20/5/2007

Última vitória:
Londrina - 10/11/2016

Títulos:
Brasileiro: 2007, 2009 e 2016
Brasileiro e Sul-americano: 2011

Vice-campeonatos
Brasileiro e Sul-americano: 2010
Brasileiro: 2012
Brasileiro e Sul-americano: 2014

Vitórias: 27

Poles: 29

Resultado atualizado da primeira fase da última etapa da Fórmula Truck, em Londrina:

1) Felipe Giaffone (RM Competições-MAN), 14 voltas em 26min06s127
2) Paulo Salustiano (ABF Mercedes-Benz), a 4s276
3) Wellington Cirino (ABF Mercedes-Benz), a 5s053
4) David Muffato (MAN TGX), a 7s016
5) Adalberto Jardim (RM Competições-MAN), a 19s102
6) Raijan Mascarello (ABF Racing Team), a 20s114
7) Roberval Andrade (Dakar Motorsports), a 25s108
8) André Marques (Volkswagen Constellation), a 25s337
9) Beto Monteiro (Lucar Motorsport), a 35s617
10) Djalma Fogaça (DF Motorsport), a 56s729
11) Luiz Lopes (Lucar Motorsport), a 1min00s197
12) Rogério Castro (ABF Volvo), a 1min07s256
13) Jaidson Zini (DF Motorsport), a 1min07s662
14) Duda Bana (DF Motorsport), a 1 volta
15) Régis Boessio (Boessio Competições), a 1 volta
16) Débora Rodrigues (RM Competições), a 3 voltas
17) Leandro Totti (Clay Truck Racing), a 3 voltas
18) Joel Mendes Júnior (Fábio Fogaça Motorsports), a 8 voltas
19) Diogo Pachenki (Copacol Truck Racing), a 13 voltas

Melhor volta: Paulo Salustiano, 1min42s959, média de 110,0 km/h

Resultado da segunda fase da última etapa da Fórmula Truck, em Londrina:

1) Felipe Giaffone (RM Competições-MAN), 14 voltas em 26min16s248
2) Wellington Cirino (ABF Mercedes-Benz), a os117
3) David Muffato (MAN TGX), a 5s372
4) Adalberto Jardim (RM Competições-MAN), a 5s845
5) Roberval Andrade (Dakar Motorsports), a 16s917
6) André Marques (Volkswagen Constellation), a 17s409
7) Paulo Salustiano (ABF Mercedes-Benz), a 17s470
8) Beto Monteiro (Lucar Motorsport), a 18s155
9) Raijan Mascarello (ABF Racing Team), a 40s741
10) Luiz Lopes (Lucar Motorsport), a 42s989
11) Régis Boessio (Boessio Competições), a 53s794
12) Rogério Castro (ABF Volvo), a 56s984
13) Duda Bana (DF Motorsport), a 59s824
14) Djalma Fogaça (DF Motorsport), a 1min06s965
15) Jaidson Zini (DF Motorsport), a 4 voltas
16) Leandro Totti (Clay Truck Racing), a 12 voltas

Melhor volta: Raijan Mascarello, 1min50s422, média de 102,5 km/h