Esporte & Cia

Sunday, Nov 19th

Last update:08:32:06 PM GMT

You are here:

Sauber enfrenta problemas com pneus no GP da Itália

E-mail Imprimir PDF

Lewis Hamilton mais uma vez brilhou e vai largar da pole position no Grande Prêmio da Itália de fórmula 1 que será realizado na manhã deste domingo (3/9) no circuito de Monza. A surpresa do dia foi o canadense Lance Stroll, da Williams, que larga em segundo lugar, portanto, na primeira fila.

Stroll ficou muito animado e fala sobre a expectativa de se dar bem na corrida de amanhã: "Eu não esperava que isso acontecesse hoje, mas as corridas estão cheias de surpresas e você nunca sabe o que vai acontecer. Amanhã é a corrida e é aí que isso conta, e eu vou correr a minha corrida como sempre. Estou começando de uma posição diferente, mas tudo pode acontecer e acabamos de estar no topo do nosso jogo amanhã. O carro parece mais competitivo neste fim de semana. Eu sei que as condições não eram realmente normais".

Felipe Massa, também da Williams não foi tão feliz quanto o seu companheiro, mas abre a quarta fila, em sétimo lugar. Outra novidade foi o francês Esteban Ocon, da Force India, em terceiro lugar no grid. Valtteri Bottas, da Mercedes é o quarto e na terceira fila, Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel, da Ferrari.

A Toro Rosso não foi muito bem e o russo Daniil Kvyat será apenas o décimo no grid, enquanto que seu companheiro de equipe, o espanhol Carlos Sainz é o 16º. Kvyat explicou o desempenho aquém do desejado: "Definitivamente não foi fácil! O equilíbrio do carro não estava bom e fiquei lutando o tempo todo para permanecer na pista em cada curva. Ficou difícil decidir que tipo de pneu seria o mais propriado. Fiz o melhor que pude e amanhã não será uma corrida fácil, especialmente se estiver seco - esta não é uma condição boa para nós".

Apesar das fortes chuvas que atrapalharam boa parte dos treinos, pilotos e equipes se esforçaram bastante e talvez por esse motivo, o grid um pouco incomum. Na Sauber, o clima ainda é pouco animador, já que a equipe ainda não conseguiu um acerto perfeito para o carro. Marcus Ericsson larga em 12º e Pascal Wehrlein em 14º.

"Hoje foi muito difícil devido às condições climáticas", disse Ercsson que completou... "Acho que o desempenho dos pneus na chuva foi muito bom, mas infelizmente, quando mudamos para pneus intermediários no final do Q1, nada funcionou corretamente. É um pouco decepcionante que não possamos fazer melhor nessas condições desafiadoras, mas é assim que acontece às vezes", lamentou o sueco.

GRID DE LARGADA - GP DA ITÁLIA DE F1

1  Lewis Hamilton Mercedes 1'35.554 
2  Lance Stroll Williams/Mercedes 1'37.032 1.478
3  Esteban Ocon Force India/Mercedes 1'37.719 2.165
4  Valtteri Bottas Mercedes 1'37.833 2.279
5  Kimi Raikkonen Ferrari 1'37.987 2.433
6  Sebastian Vettel Ferrari 1'38.064 2.510
7  Felipe Massa Williams/Mercedes 1'38.251 2.697
8  Stoffel Vandoorne McLaren/Honda 1'39.157 3.603
9  Sergio Perez Force India/Mercedes 1'37.582 2.028
10  Daniil Kvyat Toro Rosso/Renault 1'38.245 2.691
11  Kevin Magnussen Haas/Ferrari 1'40.489 4.935
12  Marcus Ericsson Sauber/Ferrari 1'41.732 6.178
13  Pascal Wehrlein Sauber/Ferrari 1'41.875 6.321
14  Max Verstappen Red Bull/TAG Heuer 1'36.702 1.148
15  Nico Hülkenberg Renault 1'38.059 2.505
16  Carlos Sainz Toro Rosso/Renault 1'38.526 2.972
17  Daniel Ricciardo Red Bull/TAG Heuer 1'36.841 1.287
18  Jolyon Palmer Renault 1'40.646 5.092
19  Fernando Alonso McLaren/Honda 1'38.202 2.648
20  Romain Grosjean Haas/Ferrari 1'43.355 7.801