Esporte & Cia

Saturday, Oct 20th

Last update:11:14:05 PM GMT

You are here:

Larissa e Talita mantêm 100% e ficam em 1º no G-A

E-mail Imprimir PDF

Uma campanha perfeita e o primeiro lugar do grupo A nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Larissa e Talita venceram na manhã desta quinta-feira (11.08) as polonesas Kolosinska e Brzostek por 2 sets a 0 (21/10, 21/15), chegaram ao terceiro triunfo em três jogos e avançaram com moral às oitavas de final. A dupla segue também sem perder nenhum set.
 
Líderes do grupo A, as brasileiras terão pela frente nas oitavas de final um dos dois times classificados em terceiro lugar que venceram a repescagem (lucky loser). A definição acontece após sorteio da fase eliminatória, na noite desta quinta. Com isso, Larissa e Talita não irão enfrentar, ao menos na próxima fase, as brasileiras Ágatha e Bárbara Seixas.
 
As bicampeãs brasileiras dominaram desde o início, dificultando o passe das adversárias com bons saques. Os dois times jamais tinham se enfrentado. Talita conseguiu cinco bloqueios e Larissa fez 10 defesas que geraram contra-ataques. As polonesas, porém, cederam  impressionantes 15 pontos em erros, facilitando para o Brasil.
 
Campeãs do último torneio que disputaram antes dos Jogos Olímpicos (o Major Series de Gstaad), Larissa e Talita estão invictas há 10 jogos. Elas não nunca sofreram mais que 16 pontos nos seis sets disputados nos Jogos do Rio. Agora a parceria possui um retrospecto de235 jogos e 216 vitórias.
 
Larissa voltou a ressaltar a importância da concentração e de encarar cada partida como uma final.
 
"Temos de construir nossa história aqui a cada ponto, a cada set, a cada jogo. Contamos com o apoio da torcida, e não achamos que isso possa criar pressão. Pelo contrário, é estimulante. Estamos com os pés no chão, estamos conscientes de que não fizemos nada ainda, temos de manter o foco no que vai vir", comentou Larissa.
 
A parceira Talita também encara o torneio como uma sequência de jogos decisivos, mesmo na fase de grupos, que termina nesta quinta-feira (11.08).
 
"Já jogamos três finais, faltam mais quatro. Conseguimos nosso primeiro objetivo, que era passar de fase, e fizemos isso bem, em primeiro lugar. Tivemos uma atuação muito boa, mas sempre podemos melhorar. Cada jogo daqui para frente será diferente, a tendência é ir ficando cada vez mais difícil", avaliou Talita.